Prof. Jorge Calado

No que diz respeito à crítica da “Carmen”(e a outras) feita pelo iluminado Prof. Jorge Calado,diria que V. Exa. é um saloio que deveria estar a fazer “rissóis de cobre com granulometria”.

Se o pedantismo e a flatulência verbal pagassem imposto,não precisávamos do FMI para nada.

Aqui fica um post muito “ziro” e muito “uindo” em homenagem aos dois seres que mais percebem de ópera em todo o mundo e arredores.